Negócio do plasma manchou concurso hospitalar

Hospital de S.João, no Porto, abriu concurso para aproveitar plasma sanguíneo de dadores. Cinco empresas quiseram concorrer, mas as regras do concurso só permitiram à farmacêutica Octapharma concorrer. E ganhar, como revela a investigação da TVI