Nenhum dos migrantes que desembarcou na Ilha Deserta pediu asilo

Dois dos 28 migrantes que desembarcaram na Ilha Deserta, em Faro, testaram positivo à covid-19. São dois homens, estão assintomáticos e foram separados do resto do grupo.

Nenhum destes migrantes, oriundos do Norte de África, pediu até ao momento asilo a Portugal.

Sobre "Jornal da Uma"