"Normalidade" regressa aos hospitais após a greve dos enfermeiros

Profissionais foram obrigados a comparecer ao serviço sob pena de faltas injustificadas, mas continuam em protesto. Dizem que estão a ser coagidos e já ameaçam com uma greve de zelo para o início de março.