Nos últimos 4 anos, Madeira recebeu 8 mil descendentes luso-venezuelanos

Fugiram da crise económica e do caos instalado a Venezuela. Agora preparam-se para votar nas regionais madeirenses e o voto pode fazer a diferença.