Novas regras de fardamento do hospital de Cascais geram polémica

O hospital de Cascais proíbe minissaias, piercings, tatuagens entre outros adereços aos funcionários. As novas regras de fardamento e utilização do cacifo motivaram um comunicado do Sindicato dos Médicos da Zona sul Que considera o regulamento interno "intolerável num estado democrático".