O que é o "direito ao esquecimento"? Como um condenado por homicídio volta à vida normal

Advogado João Nabais representou o arguido condenado por matar a mulher em 2002, o caso que foi tratado esta quarta-feira na rubrica "Crimes quase perfeitos"

Sobre "Crimes quase perfeitos"