“O que for pago para fugir à Segurança Social constitui um crime”

O advogado Carlos Barroso, especialista em direito do trabalho e dos transportes que representa cerca de 40 empresas transportadoras, explicou na TVI que eventuais ilegalidades devem ser investigadas, acrescentando “há sistemas alternativos de pagamento que são legais”