Na época natalícia, os dias são diferentes no estabelecimento prisional de Tires. As reclusas pensam na família e nos erros que cometeram. Em Tires, há mulheres que tiveram os filhos atrás das grades e que vivem com eles até aos 3 anos. E é aí que vão buscar a força para sorrir no Natal