Operação "Cashball": Bruno de Carvalho pode vir a ser acusado por corrupção desportiva

Paulo Silva, o empresário denunciante do caso Cashball, que em maio do ano passado levou à detenção de funcionários do Sporting por alegada corrupção desportiva, entre eles o então diretor geral da SAD, André Geraldes, prestou novas declarações para o processo, em que aponta Bruno de Carvalho como sendo o “chefe” do esquema. O arguido diz que foi Bruno de Carvalho quem deu as ordens para subornar árbitros de andebol e ainda jogadores de futebol de equipas adversárias dos leões