Operação Rota Final: Álvaro Amaro não quis comentar audição

Álvaro Amaro, até agora presidente da câmara da Guarda e eleito eurodeputado, foi esta terça-feira ouvido no departamento de instrução e ação penal de Coimbra, no âmbito da Operação Rota Final. Em causa estão indícios de tráfico de influência, participação económica em negócio e corrupção.