"Os professores não podem continuar a ser esquecidos e deixados para trás"

Centenas de professores e dirigentes sindicais concentraram-se esta terça-feira junto ao Ministério da Educação, em Lisboa, numa manifestação em prol da dignidade e valorização profissional e em protesto contra o desrespeito pela negociação coletiva.

Mário Nogueira, da Fenprof, critica a ausência de medidas no Orçamento do Estado que valorize a carreira do docentes.

Sobre "Jornal da Uma"