Paços de Ferreira: conflito entre empresa e Câmara Municipal aumenta o valor da água em 40%

Os habitantes foram alertados para o aumento da tarifa através de carta, com a medida a entrar em vigor a partir do próximo mês de outubro.

A concessionária alega que a Câmara Municipal de Paços de Ferreira não está a cumprir um acordo que previa o pagamento de 30 milhões de euros em verbas de compensação. 
 

A autarquia fala num "contrato mal feito" e afirma que não paga "um cêntimo" enquanto o Tribunal de Contas não validar a operação. A Câmara admite mesmo avançar para uma rescisão do contrato com justa causa.

Caso a medida se concretize, o concelho de Paços de Ferreira passará a ter as tarifas de água mais caras do país.

Sobre "Jornal da Uma"