"Parece evidente que arguidos não ludibriaram Banco de Portugal nenhuma"

João Nabais é advogado de Arlindo Carvalho e José Neto, condenados esta segunda-feira a seis anos de prisão, num processo ligado ao BPN. O MP sustenta que terão recebido indevidamente cerca de 80 milhões de euros do BPN e do Banco Insular de Cabo Verde