PJ deixou que mulher de triatleta "acreditasse que olhos não estavam postos nela"

Melanie Tavares, psicóloga e comentadora da TVI, salientou o "fantástico" trabalho da PJ na investigação à morte do triatleta de Cachoeiras. Ao que tudo indica, Luís Grilo terá sido morto pela mulher, com um tiro. Melanie diz que os agentes da PJ "deixaram que acreditasse que os olhos não estavam postos nela" para chegarem ao resultado com sucesso.