PJ: "Ela foi a única autora do crime" e não tem antecedentes criminais

A Polícia Judiciária deteve por tentativa de homicídio uma mulher suspeita de abandonar um recém-nascido em Lisboa. Será a mãe do bebé que foi encontrado na terça-feira por um sem-abrigo, num contentor do lixo em Santa Apolónia.

Paulo Rebelo, coordenador da Diretoria da Polícia Judiciária de Lisboa e Vale do Tejo, disse na conferência de imprensa que a suspeita não resistiu à detenção, que se encontrava sozinha, consciente e sem nenhuma alteração do seu estado psíquico. 

O coordenador confirmou que o parto foi realizado na via pública e que esta mulher vivia "em condições precárias".

Foi também avançado que a suspeita foi a única autora do crime e que não tem antecedentes criminais. 

A PJ garantiu que esta mulher de 22 anos, após o parto, não deu entrada em nenhum centro de saúde ou unidade hospitalar. 

De acordo com Paulo Rebelo "o progenitor não se encontra na cidade nem na região"

A detida vai ser presente esta sexta-feira a primeiro interrogatório judicial, para lhe serem aplicadas as devidas medidas de coação. 

Sobre "Notícias"