População diz que fim do estado de calamidade pode ser bom, desde que se cumpram as regras

Na Amadora, muitos desconheciam esta alteração de situação de calamidade para estado de contingência, mas alguns comerciantes consideram que pode ser bom para o negócio.

Em Queluz, há quem aprecie particularmente o facto de os ajuntamentos passarem a ser limitados a dez pessoas.

Sobre "Jornal das 8"