Porto: doente acusa hospital de lhe retirar mama sem consentimento

Uma doente do hospital de São João acusa a unidade de lhe ter retirado a mama esquerda sem consentimento. A mulher garante que apenas autorizou uma mastectomia à mama direita, devido a um problema oncológico, mas quando acordou da anestesia tinham-lhe retirados os dois seios. Fez queixa à administração do hospital e admite avançar com processo crime