Presidente do Sindepor cumpre segundo dia de greve de fome

Depois da greve cirúrgica ter sido considerada ilícita, o Governo garante que a normalidade voltou aos hospitais. Mas os enfermeiros prometem não desarmar e em março começam uma greve de zelo. Carlos Ramalho diz que vai continuar em greve de fome até ao reatar das negociações com o Governo.