Professores não abrem mão dos nove anos de tempo de serviço

Sindicatos falam em "desrespeito" por Governo ter convocado reunião só com 24 horas de antecedência. "Não sabemos se há um novo processo negocial, não há documento nenhum", diz Mário Nogueira, da Fenprof