Ratazanas "invadem" prédio em São João da Madeira

Mais de 100 habitantes do prédio Alameda, em São João da Madeira, estão preocupados com as condições de saneamento do edifício. Os moradores queixam-se do cheiro, que já levou ao aparecimento de uma praga de ratos.

TVI sabe que existiu uma reunião na Câmara Municipal de São João da Madeira para tratar do assunto. O concelho emitiu um comunicado a informar que os condóminos terão de pagar as despesas para resolver a situação.

A autarquia informou que não pode ser imputada, quer à Câmara ou à empresa de água municipal, qualquer responsabilidade pelo caso.

Sobre "Notícias"