Reportagem: Instituto Ricardo Jorge vai estudar imunidade de Portugal à Covid-19

A ideia é compreender qual o grau de imunidade da população e qual o risco real que existe na retoma da economia. Este estudo epidemológico só é possível usando os novos testes serológicos que começam a ser cada vez mais populares. Empresas e particulares recorrem aos laboratórios privados e pagam 78 euros por esta informação que lhes permite, em segurança, abraçar um familiar que pertence a um grupo de risco ou regressar com tranquilidade  ao trabalho, porque quem desenvolveu anti-corpos e não ficou doente, está mais protegido.

Uma reportagem da jornalista Alexandra Borges. 

Sobre "Jornal da Uma"