Rota Final: autarquia de Barcelos volta a ser investigada

Uma das autarquias alvo de buscas foi a de Barcelos, onde a Polícia Judiciária esteve noutra operação, há dias - a Operação Teia. O presidente da Câmara foi, nessa altura, constituído arguido. Está em prisão domiciliária. Na altura, não renunciou ao cargo, mas ainda esta terça-feira à noite, pediu para ser substituído