Seis empresários ligados ao negócio de ouro responsáveis por fraude que lesou o Estado em 70 milhões

O tribunal de S. João Novo condenou seis empresários ligados ao negócio de ouro a penas de prisão efetiva entre quatro e sete anos de prisão. A fraude fiscal envolvia um esquema com empresas fictícias e a faturas falsas que lesou o Estado em 70 milhões de euros.