Sem-abrigo que abandonou bebé no lixo confessa crime em tribunal

Sara Furtado foi condenada a nove anos de prisão por ter abandonado o filho num ecoponto, perto de Santa Apolónia, em Lisboa.

O tribunal entendeu que a mãe agiu de forma premeditada com o propósito de provocar a morte do recém-nascido.

Sobre "Jornal da Uma"