Sindicato desconfia da capacidade de acesso de funcionário detido ao CITIUS

O Sindicato dos Magistrados está solidário com o funcionário detido no âmbito da operação e-Toupeira. E diz ter muitas dúvidas em relação às acusações feitas