Sindicato Independente dos Médicos diz que "região do Algarve é discriminada"

Das 167 vagas carenciadas abertas pelo Ministério da Saúde e que oferecem incentivos financeiros aos médicos que se candidatam, apenas três foram atribuídas ao Centro Hospitalar do Algarve e nem são nas especialidades em que há mais falta de médicos. A denúncia é do Sindicato Independente dos Médicos que diz que o Governo discrimina a região