Sorteio de Rangel para o caso da Operação Marquês podia ter sido evitado

Rui Rangel, o juiz desembargador suspeito no caso Lex já não vai julgar um recurso ligado ao processo Marquês. O Ministério Público pediu o afastamento do magistrado. O Tribunal da Relação de Lisboa podia ter prevenido que casos de corrupção fossem analisados por Rangel, mas o presidente, Orlando Nascimento, optou por não o fazer.