Tancos: dois GNR arguidos agora querem falar para esclarecer participação no caso

Militares da GNR de Loulé dizem que "cumpriram ordens superiores".