Tancos: implicado no reaparecimento das armas agiu "em defesa da pátria"

O sargento Mário Lage Carvalho, inspetor da PJ Militar implicado na alegada encenação na recuperação das armas de tancos, garante que se limitou a cumprir ordens. Foi outra vez ouvido pelos procuradores que investigam o caso: diz que se limitou a mais  uma missão em defesa da pátria.