O ex-ministro da Defesa foi constituído arguido no caso do roubo das armas de Tancos. Azeredo Lopes mostra-se inconformado e garante que não sabia da alegada farsa para recuperar o material roubado.