Tancos: suspeito de ter organizado roubo voltou ao DCIAP para interrogatório

No caso de Tancos, os investigadores procuraram novos esclarecimentos do arguido que será o cérebro do furto e um elo na recuperação das armas. Foi chamado ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal, mas acabou por remeter-se ao silêncio.