"Tem havido um aumento dos comportamentos de natureza aditivos" nas crianças e adolescentes

Há cada vez mais crianças e adolescentes a procurar os serviços de urgência de pedopsiquiatria e a principal causa prende-se com a ansiedade e a depressão.

Os sucessivos confinamentos, em particular o segundo, e o início do ano letivo são apontados como os principais causadores destas perturbações.

Em declarações à TVI24, Caldas Afonso, diretor do Centro Materno Infantil do Norte, disse que foram deixados para trás aqueles que são os efeitos indiretos da pandemia.

Na ótica do especialista, o confinamento e o período de pandemia aumentou ainda mais a dependência dos videojogos e dos telemóveis e que isso é visível no dia a dia, como por exemplo, em restaurantes.

Sobre "Notícias 24"