No processo da invasão à Academia de Alcochete, terminou a fase de Instrução. Os advogados dos 44 arguidos defendem que a acusação é fraca, que o crime de terrorismo não tem qualquer fundamento e que há motivos para anular vários meios de prova recolhidos pelo Ministério Público. No dia 1 de agosto, vai ficar a saber-se quem vai ou não a julgamento.