Todos os dias, a escala das urgências de pediatria do Garcia de Orta está incompleta

Por falta de médicos, estão em risco as urgências de pediatria do hospital Garcia de Orta, em Almada. Há apenas sete especialistas a assegurar o serviço e, desses, quatro pediatras não fazem urgências, nem trabalham no período noturno, por terem ultrapassado o limite de idade legal: 55 anos. A FNAM pede a transferência de profissionais de outros hospitais.

Sobre "Jornal das 8"