Tribunal de Contas confirma que a Câmara da Maia não tinha competência para assumir a totalidade das dívidas fiscais da empresa Tecmaia. A decisão vem reforçar a sentença do Tribunal da Relação que já tinha condenado o autarca António Silva Tiago a perda de mandato.