Suspeito de causar fogo já foi identificado. Mais de 200 operacionais estiveram no terreno durante dia e noite para a apagar as chamas, que deflagraram numa zona de mato e difícil acesso.