Utentes do queimódromo do Porto podem ter de repetir vacina

Uma falha no sistema de conservação das vacinas pôs em causa a segurança do processo e levou à suspensão da vacinação no queimódromo do Porto. A  Inspeção Geral das Atividades de Saúde vai agora investigar as causas desta falha. O frigorífico que avariou pertence à Unilabs. À TVI, a empresa garante que o equipamento que armazenava as vacinas está certificado e que a situação foi prontamente resolvida. 

Sobre "Jornal das 8"