Vacinação indevida em Misericórdia dos Açores

Vários membros da direção da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, Açores, terão sido indevidamente vacinados contra a covid-19.

A TVI teve acesso a documentos que indiciam que, para além da inoculação ilícita, essa informação terá sido ocultada das listas de pessoas vacinadas naquela instituição.

Entre os alegados infratores estarão o provedor e a vice-provedora, que no início do mês também foi nomeada Diretora Regional para a Promoção da Igualdade no arquipélago.

A TVI teve acesso a listas de pessoal prioritário para receber a primeira dose a vacina contra a covid-19 no lar da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo e, na primeira lista de inoculados, para além dos funcionários e utentes, surgem os nomes de quatro membros da direção: três membros da mesa administrativa e o provedor, António Bento Barcelos.

Sobre "Jornal das 8"