Vacinas administradas no Queimódromo eficazes

Os primeiros dados da investigação às vacinas administradas no Queimódromo do Porto, mostram que apesar da falha na cadeia de frio, a qualidade das vacinas não foi afectada.

Não será portanto necessário repetir a vacinação às cerca de 900 pessoas que foram inoculadas com esse lote a 9 e 10 de Agosto.

O Vice-Almirante Gouveia e Melo mostra-se satisfeito com o primeiro desfecho da investigação, mas afirma "não poder dar confiança sem perceber o que falhou".

Sobre "Jornal da Uma"