Viagens pagas pela Galp tornam arguidos ex-governantes

Os três secretários de Estado que se demitiram, devido a terem viajado com a Galp a jogos do Euro 2016, ficaram com termo de identidade e residência