Vieira e Rangel: foi em janeiro de 2018 que rebentou o escândalo Lex

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, foi acusado de recebimento indevido de vantagem, no âmbito do processo Lex.

O Ministério Público deduziu acusação contra 17 arguidos pela prática dos crimes de corrupção passiva e ativa para ato ilícito, recebimento indevido de vantagem, abuso de poder, usurpação de funções, falsificação de documento, fraude fiscal e branqueamento.

Sobre "Jornal da Uma"