Violência doméstica: há mais de 800 agressores com pulseira eletrónica

O recurso a pulseira eletrónica para agressores sexuais cresceu nos últimos seis anos, passando de 96 vigiados em 2012 para 806. Um dos últimos casos é o de um homem, da Gafanha da Nazaré, indiciado por violar a ex-companheira.

Sobre "Notícias"