Sócrates quer «iludir» portugueses

Jerónimo de Sousa volta ao ataque