"Sócrates tem um fantasma do século XIX a escrever-lhe os insultos"

Ricardo Araújo Pereira em Gente Que Não Sabe Estar.

Sobre "Gente Que Não Sabe Estar"