Sporting: Pacheco Pereira critica "festival de hipocrisia" numa "espécie de motim público"

Pacheco Pereira considera que os incidentes em Alvalade, na sequência do campeonato do Sporting "não devia ser surpresa para ninguém".

O comentador atira as responsabilidades sobretudo para o Sporting e os adeptos, mas não descarta a má atuação das autoridades: "A violência está inscrita no futebol e goza de uma enorme complacência"

Durante o dia inteiro assistiu-se a uma espécie de motim público em que ninguém verdadeiramente se preocupou muito até ao momento em que hoje há este festival de hipocrisia com o que aconteceu nestas celebrações"

Sobre "Circulatura do quadrado"