StayAway Covid: "Se não tiver o telemóvel com bateria pago 500 euros de multa"

A proposta do Governo já enviada para a Assembleia da República implica o uso da aplicação StayAway Covid em contexto laboral e escolar sempre que haja um teste positivo.

O Governo vai propor o uso desta app em empresas, escolas, Forças Armadas e em toda a administração pública.

Elsa Veloso, advogada especialista em privacidade, considera que a aplicação não pode ser obrigatória, até porque nem toda a gente tem um smatphone.

Sobre "Jornal da Uma"