Suspeito de matar colega: corpo ainda não foi encontrado

A Polícia Judiciária ainda não terá conseguido encontrar o corpo da jovem de 23 anos, que foi morta pelo colega.

O jovem já confessou o crime e disse ter escondido os restos mortais junto ao rio Tejo. Ambos os estudantes frequentavam o curso de psicologia numa universidade pública de Lisboa.

Sobre "Diário da Manhã"