Suspeito de matar GNR com fuga dificultada porque não tem documentos

O homicida de Aguiar da Beira já tinha antecedentes criminais. Foi condenado por violência doméstica por agredir a ex-mulher e mãe da filha. Pedro João Dias, de 44 anos continua em fuga, não tem documentos por isso é mais difícil sair da Europa

Sobre "Jornal da Uma"