Taxistas contra concorrência desleal paralisam centro de Lisboa

Só na Avenida da Liberdade, mais de mil carros estiveram estacionados todo o dia e lá permanecem. Taxistas voltam a insurgir-se contra as plataformas digitais de transporte, como a Uber, e pedem a fiscalização do Tribunal Constitucional. Protesto estendeu-se às cidades do Porto e de Faro.