"Antigamente, os bonecos também se matavam uns aos outros na TV"

Com a câmara montada na cabeça, as imagens partilhadas pelo próprio atacante da Nova Zelândia nas redes sociais são estranhamente semelhantes às que conhecemos dos videojogos. E, mais uma vez, houve muita gente a perguntar se a culpa desta violência não passa pelos jogos de computador ou de consola. Os estudos feitos até agora desmentem qualquer ligação.